Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Ação da Qualicorp (QUAL3) sobe 15,8% na estréia !

Publicidade

Estreou nesta quarta feira, 29 de Junho, a ação da Qualicorp (QUAL3), com uma alta de 15,8%, que representa a maior alta no dia da abertura de capital de 2011. Apesar da oferta ter ficado abaixo do preço máximo estipulados pelos vendedores, a alta na abertura superou as expectativas, pois na segunda-feira ainda havia o receio da oferta fracassar, devido a baixa demanda. Um dos fatores que desagradou os investidores foi o fato da maior parte do dinheiro captado (R$731 milhões) ser destinado ao fundo Carlyle, que se tornou acionista majoritário da companhia em 2010. Dos demais R$353 milhões, cerca de 80%  serão utilizados para aquisição de direitos de estipulação, administração e comercialização de planos de assistência à saúde, 15% para investimentos na melhoria e desenvolvimento de tecnologias e softwares e 5% para usos gerais corporativos

Atenciosamente,

Fernando Cembranelli

Equipe EmpreenderSaúde

Ações da Qualicorp sobem 15,8% e têm melhor estreia entre IPOs de 2011

SÃO PAULO – A empresa de gestão e venda de planos de saúde Qualicorp teve a melhor estreia entre as companhias que entraram na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) neste ano. Negociados sob o código QUAL3, os papéis ordinários (ON, com direito a voto) da empresa tiveram forte alta de 15,76%, a R$ 15,05, com giro financeiro de R$ 141 milhões.

Até então, a primeira posição entre as companhias que promoveram oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) neste ano pertencia à Arezzo, cujos papéis ordinários avançaram 11,84% no primeiro dia de negociação.

Os papéis da Qualicorp saíram bem abaixo do preço pretendido pelos coordenadores do IPO. As ações foram vendidas a R$ 13,00 cada, enquanto o prospecto inicial da operação previa a colocação no intervalo de R$ 16,00 a R$ 19,00. A oferta movimentou R$ 1,085 bilhão, com a colocação de 83,472 milhões de ações, o que já inclui um lote suplementar de 15%.

Do total arrecadado, R$ 353,8 milhões correspondem a recursos da oferta primária, que irão para o caixa da companhia. Os R$ 731,3 milhões restantes, levantados na oferta secundária, serão embolsados pelos acionistas vendedores na operação, particularmente o fundo americano de private equity Carlyle, que no ano passado adquiriu uma participação de 68,4% na companhia. Após a oferta, a fatia do fundo deve cair para menos de 45%.

Fonte: Beatriz Cutait, Téo Takar e Vinícius Pinheiro, Valor Econômico, 30/06/2011

Conheça o site de Relações com Investidores da Qualicorp:

www.qualicorp.com.br/ri

Qualicorp tem demanda fraca e IPO corre risco de fracassar

SÃO PAULO – A oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Qualicorp, que atua na gestão e venda de planos de saúde, corre o risco de fracassar. A definição do preço por ação da companhia ocorre nesta segunda-feira e, conforme apurou oValor, a demanda do mercado ainda era inferior ao total da oferta.

A Qualicorp pretende captar até R$ 1,379 bilhão na operação, considerando o teto da faixa indicativa, que varia entre R$ 16 e R$ 19 por ação. Uma parte dos investidores, porém, estaria disposta a pagar apenas R$ 14 pelo papel da companhia. A esse preço, e sem incluir os lotes extras, o IPO pode alcançar pouco mais de R$ 1 bilhão.

A maior parte dos recursos da oferta da Qualicorp vai para o fundo americano de private equity Carlyle, que, no ano passado, adquiriu uma participação de 68,4% na companhia. A estreia das ações da empresa na bolsa está prevista para esta quarta-feira, dia 29. O Bank of America Merrill Lynch é o coordenador líder do IPO, e atua ao lado de Credit Suisse, Goldman Sachs e Bradesco BBI.

Fonte: Valor Econômico, 27/06/2011

Comercial Qualicorp:

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta