Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Abbott suspende produção e venda de Reductil

Publicidade

O laboratório Abbott anunciou suspensão voluntária da produção e venda do Reductil (monoidrato de sibutramina), uma das drogas mais vendidas do país para perder peso. Em nota, a farmacêutica afirma que a decisão de retirar o medicamento do mercado teve como base a revisão dos dados de um estudo (Scout – Sibutramine Cardiovascular OUTcomeTrial) que acompanhou 10 mil pacientes, com 55 anos ou mais. O levantamento mostrou que o remédio traz maior risco cardíaco a pessoas propensas.
e receba os destaques em sua caixa de e-mail.   
Segundo a Abbott, a maioria dos pesquisados tinha histórico de doença cardiovascular e era inelegível a usar sibutramina de acordo com as indicações da bula. 
A substância é liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), apesar de já ter sido vetada nos EUA e na Europa. Em março deste ano, a Agência restringiu as regras para a compra do medicamento, tornando-o uma droga anorexígena (que atua no sistema nervoso central).
Agora, é preciso usar a receita azul, numerada e emitida pela Vigilância Sanitária de cada região -antes, bastava a branca. O remédio passou a ter tarja preta. Por causa disso, as vendas caíram 60% no primeiro semestre.
Em nota, a empresa diz que pacientes que queiram interromper o tratamento com Reductil podem fazê-lo a qualquer momento, mas recomenda que procurem seus médicos para discutir alternativas para a perda de peso. 
Leia mais:
Sibutramina é retirada do mercado em três países
Anvisa interdita suplemento por conter sibutramina

Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de TI e telecom.
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta