Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

AACD recebe doações com base na renúncia fiscal

Publicidade

Pessoas físicas e jurídicas podem direcionar entre 6% e 1%, respectivamente, do Imposto de Renda para ajudar a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD). A doação pode ser feita a um dos cinco projetos do Fundo Pró-Infância da AACD, por meio dos Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente. O doador pode recuperar 100% valor doado.
Destinar parte do Imposto de Renda para projetos aprovados por Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente é uma prática simples, mas pouco difundida no Brasil. A possibilidade está prevista no artigo 260 do Estatuto da Criança e do Adolescente (lei 8.069 de 13/07/1990). As contribuições devem ser feitas até o dia 29 de dezembro deste ano, para que a dedução integre o imposto a ser declarado no IR de 2007.
A doação pode ser feita a um dos projetos do Fundo Pró-Infância da AACD. A prática – que permite ao contribuinte recuperar 100% do valor doado – representa esperança e melhor qualidade de vida para as crianças da entidade.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta