Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

A PUJANÇA DO MERCADO DE SAÚDE

Publicidade

De repente, as empresas prestadoras de serviços de saúde começaram a se instalar em Brasília. Grandes empresas do setor estão adquirindo carteiras locais para fincar o pé na Capital Federal e pequenas empresas de outros estados começam a ganhar contratos por aqui.

Empresas com anos em auditoria, por exemplo, estão começando a prestar serviços em outras áreas demandadas pelas autogestões de Brasília.

Muitas das empresas de fora chegam com um modelo de negócios próprio, em geral não familiarizadas com as peculiaridades locais, e começam errando feio: prática erradas de preços, estratégias comerciais inadequadas e a falta de expertise fora de sua origem, são os erros mais comuns;

Porém, este é um mercado promissor. O Governo do Distrito Federal com quase 170 mil funcionários e dependentes, ainda não tem um bom plano de saúde. O Ministério do Planejamento baixou portaria estimulando a prevenção à saúde dos servidores públicos fderais. Ainda muita coisa virá por aí.

Interessante é que, partindo de Brasília, é possível alcançar as Regiões Centro Oeste, Norte e Nordeste do país, onde muito há para ser feito. Temos também o pujante Goiás aqui ao lado; em Manaus temos a sua sempre crescente indústria; nos estados nordestinos é cada vez maior o crescimento da atividade produtiva e a conseqüente preocupação com a saúde dos funcionários.

Corram, porque o mercado está crescendo.

Josué Fermon é Consultor em Saúde Suplementar e blogueiro.

http://jfermon.blogspot.com

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta