Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

A importância da escolha das cores nos ambientes de saúde

Publicidade

De uma maneira geral, as cores possuem qualidades específicas e produzem efeitos diferenciados nas pessoas, que podem ser calmantes, repousantes, apaziguadores, refrescantes, excitantes, irritantes… Quando pensamos na aplicação de cores nos ambientes de saúde – consultórios, clínicas, hospitais, UTI’s, maternidades – sempre temos em vista que o objetivo dos profissionais que trabalham nestes espaços é o aumento da qualidade de vida do homem. Por essa razão, a cor passa a ter um significado diferente para pacientes, acompanhantes de pacientes e funcionários das instituições de saúde, devendo, portanto, ser valorizada pelos profissionais que estão envolvidos com o planejamento arquitetônico deste espaço. Propor a construção de um edifício hospitalar requer muita atenção não apenas aos aspectos técnicos, mas também aos aspectos humanos. Deve-se compreender, por exemplo, que o isolamento do paciente do espaço exterior provoca-lhe uma maior angústia em relação ao seu estado de enfermidade. Apesar da grande evolução que vem ocorrendo nos hospitais na área do conforto ambiental, ainda, hoje, é comum encontrarmos edifícios hospitalares que não refletem aspectos ambientais e utilizam soluções mecânicas mais fáceis, como ar condicionado e luz artificial.

Ana Paula Naffah Perez, diretora de projetos da C + A Arquitetura e Interiores.

www.caarquitetura.com.br

http://minhacasameular.wordpress.com

http://twitter.com/cmaisa

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta