Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

93 unidades em São Paulo serão gerenciadas por OSS

Publicidade

Cerca de 93 unidades da capital paulista serão gerenciadas por meio das OSS (Organização Social de Saúde). Quem assume a gestão das novas unidades são a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a Santa Casa de Misericórdia e a Congregação Santa Catarina. As três instituições ficarão responsáveis por 30% dos postos de saúde municipais. A medida irá beneficiar cerca de 3 milhões de pacientes.
Ao todo são 83 Unidades Básicas de Saúde e 10 Assistências Médicas Ambulatoriais. A Unifesp irá gerenciar postos de Aricanduva, Sapopemba e São Mateus, na Zona Leste, e de Vila Maria e Vila Guilherme, na Zona Norte. A Santa Casa será responsável por postos do Jaçanã e do Tremembé, na Zona Norte. A Santa Catarina assumirá os da Cidade Ademar, na Zona Sul.
Já em Cidade Tiradentes e Guaianazes, na Zona Leste, as postos já estão sob responsabilidade da Casa de Saúde Santa Marcelina. Em M’Boi Mirim, na Zona Sul, os postos são administrados pelo Centro de Estudos Doutor João Amorim (Cejam).
A assinatura entre as instituições e a Prefeitura de São Paulo marcaram as comemorações do aniversário de São Paulo, no último dia 25.
Leia mais:
Reportagem Especial: As Organizações Sociais de SP mostram resultados

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta