Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

2009: SP libera R$ 1,7 bilhão para hospitais e AMEs

Publicidade

O Governo do Estado, através da Secretaria da Saúde, vai enviar em 2009 R$ 1,75 bilhão para 49 hospitais, centros de saúde e AMEs gerenciados por Organizações Sociais de Saúde, entidades sem fins lucrativos do terceiro setor. Do total de recursos, o maior valor será destinado ao Hospital Estadual Mário Covas, de Santo André, que deverá receber R$ 93,6 milhões no próximo ano. Na capital o Hospital Geral de Pedreira terá R$ 92 milhões, seguido pelo Hospital Geral do Grajaú, com orçamento previsto de R$ 84 milhões.
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique
Levantamento da Secretaria da Saúde aponta que os hospitais gerenciados por OSS atendem 25% mais pacientes e gastam 10% a menos, proporcionalmente, na comparação com as unidades de administração direta. O Bando Mundial também divulgou estudo comparativo que aponta o modelo de OSS como exemplo viável e extremamente positivo para a gestão de hospitais públicos.
Os parceiros da Secretaria no gerenciamento de hospitais e AMEs são entidades com tradição na área da saúde, conhecidas da população, como Associação Congregação de Santa Catarina, Casa de Saúde Santa Marcelina, Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, Unifesp e Fundação ABC, entre outras.
No início deste ano, o Ibope concluiu levantamento sobre a satisfação dos pacientes de hospitais estaduais na cidade de São Paulo. As unidades que receberam as melhores avaliações dos usuários foram os hospitais de Pedreira, Vila Alpina e Itaim Paulista. Os três funcionam sob o modelo de OSS. As avaliações mensais, feitas pelas entidades com pacientes que utilizaram os serviços dos hospitais, indicam aprovação de mais de 85% dos usuários.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta