Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Ministério da Saúde tenta aproximação com Judiciário

Publicidade

No dia 02/06/11, a Agência Brasil publicou uma notícia informando que o Ministério da Saúde está tentando uma aproximação com o poder Judiciário na tentativa de reduzir os processos que tramitam contra órgãos da saúde. Em resumo, visando a redução da judicialização da saúde. Como profissional da área da saúde e cidadão, espero que o poder Judiciário não aceite essa aproximação, haja vista ser aí que está a ultima instância onde um cidadão brasileiro ainda pode se proteger contra o estado de coisas que estamos vivenciando. Infelizmente, o Brasil virou uma versão mal contada de ?Alice no país das maravilhas?. Tudo por aqui é um grande faz de conta. Pagam-se taxas abusivas às agências reguladoras que simplesmente não cumprem seus papéis, a corrente da saúde é encarecida desde a origem, seja na fabricação ou na importação de produtos, o governo vira as costas para os pacientes que se acumulam nos hospitais públicos e muitos destes, de hospital tem somente a placa. Não se pensa num estudo sério para baixar a aplicação de impostos sobre a cadeia da saúde, o Brasil acaba por exportar impostos e perder competitividade. Do lado dos profissionais da saúde, há um completo abandono, desde a formação acadêmica (anacrônica) até as condições de trabalho, cobertas por uma legislação trabalhista ultrapassada. Se o MEC tem aprovado livros do ensino fundamental que ensinam que 10 – 7 = 4 e erros grosseiros de português, o que dizer do currículo a cumprir no nível superior? Enfim, poderíamos escrever uma enciclopédia sobre os problemas da saúde no Brasil x descaso total do governo. Que Deus nos proteja se o poder Judiciário aceitar essa aproximação com o poder Executivo. Não faremos uma nação melhor com a acomodação desse tipo de situação. Somente com o enfrentamento sério, honesto e planejado é que sairemos desse limbo em que se encontra a saúde no Brasil. Alô sr.Ministro da Saúde Alexandre Padilha, o senhor que é Médico tem a oportunidade de uma vida de realizar um trabalho de ponta à frente do seu ministério: preocupe-se em discutir com a sociedade civil organizada, acatar as sugestões e aplicar um bom plano de gestão na Saúde. De forma, clara, honesta e objetiva. O resto, é abandono e balela. E disso, já estamos fartos!!  Somos todos cidadãos dignos, honestos e nos cabe pressionar de forma lícita por um futuro melhor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta