Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Hospitais: é preciso gerir estoques e espaços para aumentar rendimentos

Publicidade

Pela primeira vez nos últimos 10 anos, a receita líquida dos 22 maiores hospitais particulares do Brasil caiu, acumulando uma baixa de 1,8% no último ano, segundo dados da Associação Nacional dos Hospitais Privados (Anahp). Um dos principais fatores é aumento de 8,3% nas despesas e as mais de 450 mil pessoas que ficaram sem seus planos de saúde ao perderem seus empregos em 2015. Por outro lado, os hospitais públicos também sofrem com o aumento das despesas e a falta de recursos para as necessidades gerais, incluindo o abastecimento de medicamentos e insumos médicos.

Todos sabem que gerenciar recursos é de extrema importância em todos os cenários, mas nos de crise, é questão de vida ou morte.  E sob este aspecto, chamo a atenção para um ponto que pode somar no planejamento estratégico dos recursos das instituições: o uso racional dos seus espaços físicos, que valem dinheiro, que podem fazer dinheiro ou ainda podem gerar economia de dinheiro.

Em minha experiência pessoal de mais de 30 anos com logística hospitalar, posso afirmar que vejo com frequência hospitais não aproveitarem de forma adequada seus espaços, e como um operador logístico de qualidade pensa cubicamente, ou seja, não olhando apenas para frente e lados, mas também para cima, para o alto, esse pensamento faz toda diferença, já que espaço em hospital pode significar leito, áreas de procedimento, geração de receita.

Exemplificando sobre a área de logística de suprimentos de medicamentos e insumos médicos, também costumo dizer que estoque em excesso nos hospitais significa dinheiro e oportunidade jogados fora, com sérios riscos de perdas também sobre produtos vencidos.

Desta maneira, em pleno século 21 e diante das dificuldades apresentadas no sistema hospitalar, é difícil pensar em uma gestão que não contemple a máxima utilização de seus recursos de infraestrutura e suprimentos, com a perfeita customização de demanda e locação inteligente de seu estoque.

Domingos Fonseca, Presidente da UniHealth Logística Hospitalar

 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Comentários

    Foto de perfil de MARCOS

    Parabéns pela observância do Sr. Domingos Fonseca, e como consultor na área de interiores corporativos, observamos esta deficiência fortemente também nos hospitais, a falta de racionalização e melhoria dos espaços internos o que causam prejuízos, falta de controle e principalmente desânimo de colaboradores.
    Uma solução bastante usada em alguns Cases de sucesso em alguns Hospitais como SANTA PAULA, HOSPITAL DO RIM, ALBERT EINSTEIN, EDUARDO VASCONCELOS são os Armários Deslizantes em todas as áreas como SAME, ROUPARIA, NUTRIÇÃO, FARMÁCIA, ALMOXARIFADO E ÁREA ADMINISTRATIVA, em cada uma delas a tendência e ganhar aproximadamente 70% a mais de espaço físico sem reformas, além de um melhor controle, mais organização e destinação de áreas antes mal utilizadas para atendimento a até mesmo novos leitos.
    O resultado disso são ambientes ergonômicos e confortáveis para os colaboradores pois estarão inseridos num sistema mais inteligente e para se trabalhar.
    Estou no Paraná, e para quaisquer informação estou a disposição meu email é marcos@s1escritorio.com.br

Deixe uma resposta