Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Hospitais adotam auditoria para relatórios de sustentabilidade

Publicidade

A TÜV Rheinland do Brasil, subsidiária do grupo multinacional de certificação, anunciou recentemente um acordo com a consultoria Lanakaná, especializada em princípios sustentáveis. O objetivo da parceria é oferecer serviços de verificação de relatórios de sustentabilidade de empresa sediadas no Brasil.

O serviço consiste de uma auditoria que busca comprovar os indicadores econômicos, sociais e ambientais demonstrados nos relatórios. A empresa considera o serviço uma novidade para as organizações nacionais, que não costumam contratar terceiros para avalizar informações de relatórios não financeiros.

Rodrigo Henriques, sócio diretor da Lanakaná, explica que o serviço examina as informações conforme determina a GRI (Global Reporting Initiative), para detectar incidências sustentáveis do que foi informado nas auditorias internas das próprias empresas.

A verificação pode ser contratada por qualquer empresa que publica anualmente um relatório de sustentabilidade, principalmente às de capital aberto. A Bovespa, por exemplo, recomenda a elaboração destes relatórios pelo método GRI.

Ao todo são mais de 130 itens checados, dos aspectos econômicos, ambiental, social e de governança corporativa. No ambiental, por exemplo, é verificada a eficiência de programas de redução de consumo de água e de energia, além dos relatórios de emissões de GEE (Gases do Efeito Estufa) e a checagem de eventuais multas ambientais tomadas pela organização.

Segundo os especialistas das parceiras, a verificação de relatório de sustentabilidade ainda contribui para a melhor gestão do negócio, evitando riscos e evidenciando oportunidades.

Primeiros cases
Segundo a TÜV Rheinland, os serviços de saúde no Brasil são os maiores produtores mundiais de relatórios de sustentabilidade GRI. A parceria entre a TÜV Rheinland e a Lanakaná prestou, em 2013, serviços de verificação de relatórios de sustentabilidade para a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein e à Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio-Libanês.

A empresa diz que são os primeiros relatórios não financeiros de organizações hospitalares auditados no Brasil por uma terceira parte especializada e independente.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta