Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

HIMSS 2016: A saúde intrinsecamente digital

Publicidade

De 29 a 4 de Março está acontecendo em Las Vegas a HIMSS 2016, a maior feira mundial de tecnologia para a saúde e, pela primeira vez, estou tendo a oportunidade de participar. Com mais de 40,000 participantes e quatro andares de evento, a Conferência dá uma nova importância no termo tecnologia para a saúde e ao ver players tradicionais de tecnologia como Microsoft, Cisco, Intel, Oracle com stands enormes e forte presença na feira, fica cada vez mais claro que não somente o futuro da saúde é digital, mas também que o futuro de muitas organizações é a saúde.

IMG_4259

Foto: Grupo de brasileiros na HIMSS 2016

Ao visitar o stand da Philips, aprendi que a empresa agora está focando todas as suas energias em saúde e mesmo as soluções que são para o consumidor final tem como foco a saúde do paciente. O motivo desta mudança é que na área de saúde a empresa tem condição de se diferenciar, o que não era mais possível nas outras áreas da empresa.

Em áreas de exposição, todos os setores do hospital são recriados e simulações são realizadas para mostrar como o hospital funcionará com um determinado sistema, deixando clara a necessidade de múltiplos sistemas para entregar valor na saúde, mas também destacando a importância de ter um corpo clínico que seja aderente ao uso de sistemas de informação.

Para ser sincero, fiquei chocado não só pelo tamanho do evento, mas também por ver como este é um setor que cresce continuamente ano a ano, gerando inúmeros empregos e oportunidades, numa velocidade muito acima do que imaginava. Tem uma idéia e quer iniciar uma startup? Dinheiro não é problema se sua startup for consistente de fato.

Empresas totalmente desconhecidas dos brasileiros como Athena Health e AirStrip, representam a nova face dos moguls digitais, dominando novos mercados e ajudando a transformar a saúde através da tecnologia.

IMG_4323

Foto: Café da Manhã Cooperação Brasil-Estados Unidos em Health IT

Também fica claro que a legislação americana e, em especial, o ObamaCare foi especialmente favorável para muitas empresas, em especial consultorias e empresas de TI em saúde, que tiveram a oportunidade de fornecer soluções para um modelo em transição. Nos EUA, o prontuário médico eletrônico passou a ser obrigatório e isto gerou uma grande oportunidade para empresas como Practice Fusion, Athena Health e Doctor Chrono, se tornarem vitais para a digitalização da prática médica. Todo o poder para as startups de saúde!

Tive a oportunidade de conversar com a CEO da FREESPIRA que lançou um equipamento para tratar Síndrome do Pânico baseado em biofeedback. A origem da idéia foram pesquisas realizadas por pesquisadores da Universidade de Stanford e a empresa já completou sua segunda rodada de investimento. O tratamento custa USD 500 e dura apenas um mês. O que acham da idéia ?

IMG_4277

Foto: Solução inovadora para tratar Síndrome do Pânico (Freespira)

Para finalizar, com o maior gasto de saúde do mundo, que já se aproxima de 20% do PIB, os hospitais norte-americanos gastam ao menos 5% do orçamento com TI, o que dá um orçamento para a TI em saúde nos EUA, de ao menos, 1% do PIB norte-americano, número que certamente irá crescer nos próximos anos.

Quem trabalha com TI em saúde no Brasil e nunca veio à HIMSS, recomendo fortemente que se programe e esteja conosco em Orlando em 2017!

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta