5º CONAHP debaterá “O Hospital do Futuro: O Futuro dos Hospitais”. Faça já sua inscrição → Clique aqui

FIFO, FEFO e LIFO: Vamos falar dessas siglas?

Publicidade

Quem é da área de logística hospitalar provavelmente já se deparou com as seguintes siglas: FIFO, LIFO e LEFO. E é importante que mesmo quem não opere no meio, mas contrate os serviços de logística, tenha conhecimento sobre elas, pois estão diretamente ligadas aos processos de gestão do estoque dos medicamentos e insumos médicos no centro de distribuição.

Quando bem atendidos, os processos envolvidos nessas siglas impactam positivamente no gerenciamento do estoque, reduzindo perdas e controlando custos.

Para contextualizar melhor para os leigos, uma boa gestão de estoque se baseia principalmente no controle de entrada e saída dos produtos, coordenado por uma metodologia que contemple reservas mínimas, especificações diferenciadas dentro das características e necessidades de cada material, bem como os diferentes prazos de validade mediante as demandas de consumo. E é ai que entram as metodologias designadas pelas siglas FIFO, FILO e LIFO.

  • FIFO (first in, first out)

Esta estratégia de gestão de armazenagem é geralmente utilizada para produtos com prazos de validade determinados ou que precisam ser encaminhados ao seu destino final em curto prazo por já estarem há um tempo no estoque.

O FIFO é geralmente utilizado em estoques de giro mediano ou de produtos com shelf life (vida útil ou prazo de validade) longo como produtos congelados, não perecíveis, ou até mesmo itens sem vencimento.

  • LIFO (Last-in, First-out)

Método em que os últimos produtos que entraram no estoque são os primeiros a sair, geralmente é utilizado para insumos sem prazo validade e com baixo volume de giro em estoque. Ainda é usado para garantir uma margem de segurança de produtos em estoque para períodos de pico de giro.   

  • FEFO (First expire, First out)

O modelo FEFO considera a data de validade do produto como principal fator para determinar a sequência em que os lotes saem do estoque. É utilizado para produtos de altíssimo giro, com validade mais próxima do vencimento ou produtos resfriados, sendo os primeiros a sair do estoque.

Se você não é do segmento de logística hospitalar, mas depende dela para gerenciar seus medicamentos e insumos médicos, vale ficar atento ao seguimento dos processos dessas siglas. A saúde financeira de sua operação depende deles.

 

       
Publicidade

Deixe uma resposta