Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Fazer algo diferente que causa impacto

Publicidade

O autor Scott Anthony define inovação com cinco palavras: ? algo diferente que causa impacto?.  Este é o espírito que marcou o evento do dia 4 de outubro, no Rio de Janeiro, no lançamento do Laboratório de Inovações Assistenciais na Saúde Suplementar que é uma parceria da Organização Panamericana de Saúde (OPAS) e Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Em geral, os programas e discussões no campo da saúde suplementar tem girado em torno de questões como acesso, regulamentação e custos. Apesar de todos reconhecerem que o envelhecimento populacional, o modelo de atenção e o estilo de vida não saudável somente tem aumentado a prevalência de doenças crônicas pouco se tem feito de maneira efetiva.

Partindo da premissa de que  ? a receita do mais do mesmo não funciona?, os laboratórios de inovação da OPAS busca contribuir para a resposta de questões importantes como (1) Complexidade do setor saúde e baixa produtividade (2) Incoerência entre a oferta de serviços e as necessidades de saúde (3) Combinação melhores práticas clínicas com mecanismos organizacionais e gerenciais eficientes. Neste contexto, eles são espaços de produção de evidências e de gestão do conhecimento, a partir da análise de práticas, processos, ferramentas, programas e políticas inovadoras na área da saúde. Isso vai possibilitar o desenvolver um ecossistema de inovação em saúde no sistema de saúde brasileiro, incentivando a produção e adoção de inovações.

Apesar do lançamento ter ocorrido há poucos dias, já há produtos e avanços importantes do Laboratório. Tendo em vista o modelo seminal de cuidados em saúde proposto por Wagner (1998) em que a organização da atenção à saúde é baseada no (1) apoio ao auto-cuidado (2) desenho da linha de cuidado (3) apoio a decisões clínicas (4) sistema de informação clínica, várias iniciativas foram apresentadas.

Em parceria com a AMB foram lançadas novas Diretrizes Clínicas sobre procedimentos e condutas de condições atuais e que geram dúvidas no dia-a-dia dos profissionais, bem como o Plano de Melhoria da Saúde que é um cartão de orientação bastante útil no aconselhamento e orientação para o auto-cuidado em saúde.

A ANS lançou um plano de cuidados para os idosos na saúde suplementar que contribuiu para evitar a fragmentação da atenção à saúde com conseqüente desperdício de recursos e resultados insatisfatórios.

O cenário sobre fatores de risco e estilo de vida pode ser estudado através da pesquisa Vigitel Saúde Suplementar 2011 que é um poderoso instrumento para planejamento e tomada de decisões na gestão dos programas.

O portal do Laboratório (http://apsredes.org) disponibiliza estas publicações, as apresentações do evento de lançamento e muitas informações adicionais. Sem dúvida, será um instrumento de grande utilidade para as organizações e profissionais comprometidos com a inovação na saúde em nosso país.

 

 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta