5º CONAHP debaterá “O Hospital do Futuro: O Futuro dos Hospitais”. Faça já sua inscrição → Clique aqui

Calendário da Saúde

Confira a agenda dos eventos mais importantes do setor.
Publicar meu evento

XI CONGRESSO INTERNACIONAL DE AT DEBATERÁ FUNÇÃO QUE OFERECE SUPORTE A PACIENTES EM SEUS COTIDIANOS

Data: 14/11 até 18/11

Local: Escola Paulista de Medicina da UNIFESP, Campus São Paulo-Rua Botucatu, 862, Vila Clementino, São Paulo, SP (próximo ao Metrô Santa Cruz, Linha 1 Azul)

Acontecem de 14 a 18 de novembro, em São Paulo, o V Colóquio Internacional de Humanidades, Narrativas e Humanização em Saúde e o XI Congresso Internacional de Acompanhamento Terapêutico (AT), que colocarão em debate temas importantes à área da saúde e ao campo do AT – como seu fortalecimento científico e o reconhecimento social de sua efetividade. As inscrições para os eventos somam 800 participantes de diversos estados brasileiros e países, como Argentina, Colômbia, Espanha, México e Uruguai.

Por abranger enfoques e metodologias diversas, o AT é uma função apta ao atendimento de múltiplas demandas sociais, como a dependência química, a atenção à população socialmente vulnerável, a clínica do envelhecimento, a inclusão de crianças em escolas regulares, casos de regimes de visitas controladas (casos judiciais de regulamentação de visitas e/ou disputa de guardas), entre outras. A programação do evento reflete essa multiplicidade, norteada por temas como: formação e princípios do AT, organização em rede, território e desinstitucionalização; técnicas do AT e sua função na contemporaneidade.

Existe hoje, na capital paulista, cerca de uma dezena de cursos independentes de curta duração voltados à formação em AT; sabe-se que cursos de AT são ofertados em diversas capitais e cidades de outros estados, mas não há quantificação de quantos sejam, até porque a função não é regulamentada, no Brasil – como no México e na Colômbia –, ao contrário do que ocorre na Argentina e Uruguai, por exemplo, países nos quais o AT é uma função integrante do sistema público de saúde mental. Entendido muitas vezes, erroneamente, como uma psicoterapia fora do set do consultório, o AT pode ser definido como uma clínica exercida por profissional habilitado à construção de laços com alguém que sofre, na perspectiva dar suporte à sua circulação por espaços sociais públicos ou privados, produzindo acontecimentos que catalisam e/ou incrementam seus recursos subjetivos, na sustentação de seus potenciais e na realização de vínculos sociais.

A função surgiu na virada para os anos 1970, no contexto da Luta Antimanicominal, como apoio à clínica das psicoses – sua origem. Pouco conhecido do público em geral, o AT avançou em sua conceituação e abrangência, sendo atualmente entendido como uma confluência de campos diversos, como psicologia, psicanálise, filosofia, terapia ocupacional, assistência social, direito e medicina, entre outros. A título de exemplo, vale destacar a experiência inovadora de inclusão do AT como política pública pelo Tribunal de Justiça de MG, para assistir pacientes autores de atos infracionais n*o momento de sua reinserção social – o Programa de Atenção Integral ao Paciente Judiciário (PAI-PJ). Ainda no campo da Justiça, o AT tem sido requisitados, na área civil, para atuar em conflitos que envolvem pais e menores ou indivíduos curatelados, entre outros casos.

Os Congressos Internacionais de AT ocorrem de forma contínua, antes anual e atualmente bianualmente, desde 2001, sob a organização de entidades, instituições e/ou grupos vinculados ao campo do AT da América Latina e da rede internacional de AT. As últimas edições ocorreram em Córdoba, Argentina (2015), Montevideo, Uruguai (2014) e Cidade do México, (2013), propiciando espaços de trocas e encontros significativos, que não desconsideram as diferentes abordagens dadas ao AT, nos países representados. O XI Congresso Internacional de AT 2017, sob a presidência do psicanalista e acompanhante terapêutico Maurício Castejón Hermann, inclui em sua programação palestras, cursos, exposições e mesas de debates com representantes, estudiosos e pesquisadores do campo; na abertura, dia 14 de novembro, ocorrerá o V Colóquio Internacional de Humanidades, Narrativas e Humanização em Saúde: participantes, datas e horários estão detalhados no Programa anexo. Confira, participe, divulgue!
Visite o site do evento