HIS17 Já emitiu sua credencial gratuita para o HIS '17? Já são +1.800 profissionais! Clique aqui

Calendário da Saúde

Confira a agenda dos eventos mais importantes do setor.
Publicar meu evento

Palestras em São Paulo alertam sobre a conscientização da epilepsia

Data: 12/09

Local: Anfiteatro Paulino Watt Longo da Unifesp – Rua Botucatu, 862, Vila Clementino, São Paulo

O Dia Nacional e Latino-americano de conscientização da epilepsia é celebrado no próximo dia 09 de setembro em todo o país. Como a doença ainda gera muitas dúvidas e preconceitos em diversas esferas sociais, o embaixador e diretor do Purple Day Brasil, Eduardo Caminada Jr., fará duas palestras gratuitas e abertas ao público na cidade de São Paulo para trocar experiências e informações com médicos e pacientes para mostrar que é possível viver com epilepsia.

No dia 12 de setembro (terça-feira) a partir das 18h30, Eduardo estará no Anfiteatro Paulino Watt Longo da Unifesp. Já no dia 17 de setembro (domingo) a partir das 14 horas, o palestrante irá conversar com os participantes no Teatro do Colégio Santa Cruz.

Serviço:
Data: 12 de setembro (terça-feira) às 18h30.
Local: Anfiteatro Paulino Watt Longo da Unifesp – Rua Botucatu, 862, Vila Clementino, São Paulo.
Data: 17 de setembro (domingo) às 14h.
Local: Teatro do Colégio Santa Cruz – Rua Oboró, 277, Alto de Pinheiros, São Paulo

Sobre o Eduardo Caminada Jr.:
Eduardo Caminada Jr. tem epilepsia de difícil controle desde os 3 anos de idade devido à uma lesão congênita no lobo parietal esquerdo. Submeteu-se a diversos tipos de tratamentos, mas atualmente seu tratamento é multimodal, composto por medicamentos de última geração e estimulação do nervo vago (terapia VNS).

Encontrou no estigma um dos maiores problemas para seu tratamento e desde 2006 realiza um trabalho de levar informação às pessoas através do site "Viva com Epilepsia".

Desde 2011, é Embaixador do Purple Day Brasil e desde 2013, é Diretor do Purple Day Brasil, títulos dados pela Fundação Anita Kaufmann.

Sobre o Purple Day:
O Purple Day foi criado em 2008 por Cassidy Megan, uma criança na época com nove anos de Nova Escócia, no Canadá, com a ajuda da Associação de Epilepsia da Nova Escócia (EANS), atualmente sendo representado mundialmente pela Fundação Anita Kaufmann.

No Brasil, o Purple Day está mais ativo desde 2011 e hoje já se transformou em um dos maiores trabalhos realizados em todo o mundo, atingindo todas as regiões do país e sendo representado em dezenas de cidades.
Visite o site do evento