HIS17 Já emitiu sua credencial gratuita para o HIS '17? Clique aqui

Calendário da Saúde

Confira a agenda dos eventos mais importantes do setor.
Publicar meu evento

Inauguração do Centro de Apoio Integrado à crianças com microcefalia e síndrome zika congênita Dr. Artur Eugênio de Azevedo Pereira

Data: 01/07

Local: Rua Salvino de Oliveira Neto, 87, Santo Antônio, Campina Grande – PB

Neste sábado, 1º, o Instituto de Pesquisa Professor Joaquim Amorim Neto (IPESQ), inaugura sua sede própria em Campina Grande (PB). Referência na pesquisa e tratamento da microcefalia ocasionada pelo zika vírus, o centro, liderado pela médica Adriana Melo, especialista em gestação de alto risco, funcionava em um espaço cedido pelo Hospital Dom Pedro I.
“Agora, com um espaço próprio, temos estrutura para ampliar nosso trabalho. Uma das novidades é o atendimento de fisioterapia e, em breve, vamos oferecer também fonoaudiologia. Outra perspectiva é que a gente aumente o número de crianças/famílias atendidas. Hoje são 125. Isso será possível na medida em que tivermos mais pessoas contribuindo e fazendo doações”, afirma Adriana.
A conquista da sede foi realizada com ajuda da Energisa, que, em agosto do ano passado, firmou convênio com o instituto e passou a arrecadar doações nas contas de energia elétrica. “Estamos felizes em fazer parte desse momento e vamos manter a parceria. Afinal, os estudos do IPESQ beneficiam toda sociedade”, afirma o diretor-presidente da Energisa Paraíba e Energisa Borborema, André Theobald.
Uma solenidade está sendo preparada para a inauguração da sede do IPESQ. Na ocasião, dois grupos de grafiteiros, Acervo 03, de João Pessoa, e Nasa Crew, de Campina Grande, irão produzir um painel na entrada do local. Segundo o grafiteiro Pedro Barreto (Mulinga), do Acervo 03, a ideia é convidar quem estiver presente a participar da intervenção, deixando sua energia ao colocar as marcas das mãos nos desenhos.
“Adoramos o convite porque vamos contribuir com uma causa nobre. Campina Grande e o IPESQ se tornaram referência nas pesquisas sobre microcefalia, por isso nos sentimos honrados em poder participar de uma iniciativa tão legal e que envolve o grafite”, conta o grafiteiro do Nasa Crew, Thiago Vinícius (Theve).
Os interessados em contribuir com o IPESQ podem continuar fazendo doações via conta de energia elétrica. Além de promover estudos sobre formas de prevenção e tratamento da microcefalia, o centro de pesquisa sem fins lucrativos oferece tratamento especializado a mães e bebês, incluindo apoio psicológico.