🚀 HIS18 Já conferiu os primeiros palestrantes do HIS? Já são mais de 15! CLIQUE AQUI

Cloud-first: como incorporar esse conceito em seu consultório

Publicidade

Aplicativos de celulares, prontuário eletrônico e contas de e-mail. Hoje é impensável uma clínica médica não utilizar um serviço de computação em nuvem. A praticidade, a segurança e a facilidade de acesso são alguns pontos que explicam porque essas soluções ganham espaço na rotina médica. Tanto que a tendência é o consultório pensar, cada vez mais, em cloud-first em seu dia a dia.

O conceito é amplamente utilizado no mundo corporativo e remete à importância que o cloud computing possui na estratégia das empresas. Com o crescimento na área da saúde, passou a ser utilizado em hospitais, consultórios e clínicas. A pesquisa Healthcare Cloud Computing Outlook, da Frost & Sullivan, indica que o mercado global da computação em nuvem na medicina deve valer mais de U$ 10 bilhões até 2021. Confira quatro passos para o consultório também ser cloud-first:

Mude a cultura: é necessário mudar a forma como médicos e profissionais de saúde enxergam a nuvem para que essas soluções ganhem destaque e assumam posições estratégicas no consultório. As pessoas precisam se acostumar com o cloud computing, facilitando a busca por novos serviços e utilizando todos as funções que podem trazer para o dia a dia de todos os colaboradores.

Descomplique: a mudança para a nuvem não precisa ser radical. Comece com áreas menos importantes, como serviços de e-mail e de agenda, para depois investir em soluções mais robustas e estratégicas, como prontuários eletrônicos que atendem os requisitos do CFM (Conselho Federal de Medicina) e conseguem digitalizar todos os documentos do consultório.

Mensure os benefícios: depois que implementar as soluções, é essencial mensurar os benefícios que a nuvem trouxe para a rotina médica. Analise tudo: tempo utilizado para gestão do consultório, quantidade de dados colocados na nuvem, serviços automatizados, entre outros pontos. Com esses números é fácil identificar o que foi melhorado e o que ainda pode ser otimizado.

Busque as melhores soluções: por fim, mantenha-se atualizado sobre as melhores soluções de cloud computing para o consultório médico. Pesquise e saiba quais as novidades do mercado e quais funcionalidades elas podem trazer para sua rotina. Ao fazer isso, o médico consegue comparar preços e produtos, identificando o que realmente vai agregar em seu trabalho.

       
Publicidade

Deixe uma resposta