Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Brasil: um país de obesos?

Publicidade

Este foi o título de um interessante artigo escrito por Fabio Feldman para o Brasil Econômico e que relata um depoimento de um coveiro à Folha de SP sobre as dificuldades, cada vez mais freqüentes, de lidar com enterros de gente muito obesa . Isso demonstra que o tema obesidade já é abordado além dos limites da área da saúde.

Inúmeros estudos demonstram o impacto da obesidade para as pessoas, as empresas e o país. Recentes estudos mostram que a obesidade se constitui num fator de risco importante, associado a aumento de custos de assistência médica, acidentes e perda de produtividade (faltas ao trabalho e presenteísmo).

Sabe-se que a obesidade é uma doença multifatorial e que deve envolver intervenções para os indivíduos, no ambiente e que envolvam medidas governamentais.

No entanto, a questão é abordada de maneira focal e, às vezes, oferecendo alternativas milagrosas, como a apresentada recentemente em matéria de capa da Veja, de maneira algo irresponsável, sugerindo o uso de um medicamento ?off label?, isto é, sem o aval da ANVISA.

Fabio Feldman cita uma edição especial da revista Lancet sobre obesidade que, realmente, faz uma ampla abordagem sobre o tema e que recomendo a todos os interessados. Esta edição está disponível com acesso livre no portal da revista Lancet.

Talvez a principal contribuição desta publicação seja demonstrar a necessidade de uma abordagem ampla. Não basta ações que foquem unicamente o indivíduo, como muitas empresas têm feito. Somente oferecer programas nutricionais, ações em atividade física ou mudança do cardápio no restaurante da empresa têm efeito bastante limitado se não houver programas que envolvam o ambiente, com oferta de alimentos saudáveis, facilmente acessíveis e a baixo custo e o envolvimento governamental, como taxação de alimentos não saudáveis e limitação da propaganda, principalmente para o público infantil.

Deste modo, é imprescindível que haja maior sinergia entre as empresas e a sociedade civil em geral com o governo, particularmente o Ministério da Saúde para ações integradas e programas efetivos que atinjam toda a população.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta