Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Avaliação de Desempenho em Saúde e o P4P© – Artigo 10

Publicidade

A avaliação do desempenho dos prestadores de serviços em saúde é, sem dúvida alguma, uma excelente estratégia de gestão, por algumas razões as quais discutiremos aqui brevemente.

Quando uma instituição de saúde, seja ela um hospital, um plano de saúde ou uma secretaria municipal de saúde, inicia um processo de avaliação do desempenho de seus prestadores de serviços e colaboradores, uma revisão abrangente de seus processos internos e de seus sistemas de informações passa a ser necessária para que os dados gerados, os quais se transformarão em indicadores de desempenho, sejam aceitáveis, factíveis e confiáveis.

A Governança Clínica é outro aspecto a ser considerado. Termo de origem inglesa que tem sido muito discutido no mundo da gestão de saúde. Conceito trazido por Zwanenberg em 2000 como ?Um poderoso e abrangente mecanismo para assegurar que elevados padrões de cuidado clínico sejam mantidos por todo o Serviço Nacional de Saúde (do Reino Unido) e que a qualidade dos serviços seja continuamente aprimorada.?
Lendo mais atentamente seus elementos fundamentais, percebe-se claramente que a avaliação de desempenho ou medição de performance estão inseridas nesta proposta.

Outro ponto que considero fundamental é que o processo de avaliação de desempenho permite implantar estratégias de pagamento por performance. Não se pode implantar um programa de pagamento por performance sem avaliar o desempenho. E é isso que o modelo P4P©
se propõe desde a sua concepção: ser utilizado como uma ferramenta para avaliar o desempenho dos prestadores de serviço de saúde. Se a instituição contratante achar conveniente poderá utilizar incentivos para recompensar os prestadores de melhor desempenho ou aqueles que têm melhorado ao longo do tempo.

Atualmente muitos clientes que adotam o modelo P4P© optam em utilizá-lo como uma ferramenta de avaliação de desempenho deixando o uso de incentivos (pagamento por performance) para um segundo momento.

Além disso, o uso de estratégias de avaliação de desempenho de prestadores de serviços em saúde passará a ser norma no sistema de saúde suplementar. A consulta pública do QUALISS (Programa de Monitoramento da Qualidade dos Prestadores de Serviços na Saúde Suplementar) já foi concluída e em breve teremos uma resolução normativa.

Estes são os principais argumentos que justificam meu discurso de que a avaliação de desempenho dos prestadores de serviços de saúde, seguidos ou não de pagamento por performance, não tem mais volta. Esta estratégia de gestão veio para ficar.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta