Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

A Gestão de Indicadores salvaria o Titanic?

Publicidade

 Já falamos sobre a importância de se construir processos seguros e eficazes para a gestão de suprimentos, bem como sua vantagem perante a simples capacidade negocial de compradores.Porém, a estruturação desta sistemática só garante os resultados esperados quando se adotam políticas de monitoramento através de indicadores compartilhados de desempenho. Assim, 04 são os pontos que gostaria de tratar neste post, justamente envolvendo a controle dos KPI?s:  1 ? Eficácia: As certificações de qualidade existentes na área da saúde têm como um dos pontos principais de auditoria a checagem de indicadores de desempenho que mantenham as empresas dentro dos parâmetros de sucesso e segurança esperados. Ao mesmo tempo, elas analisam o impacto das melhorias contínuas implantadas nas rotinas das instituições. O problema ocorre quando, no intuito de apenas cumprir requisitos, se esquece do objetivo principal dos indicadores, criando coletas de dados que pouco contribuem para o crescimento organizacional.Por exemplo, quantos setores de Farmácia, Compras ou Almoxarifado não têm indicadores de solicitações atendidas? Como medida de produtividade, esta informação não deixa de ser interessante. Porém, ela só terá reaç relevância quando trouxer um dado analítico do processo em si, indicando a adequação do volume atendido à necessidade do cliente, ao planejamento estratégico da companhia ou ao nível de capacidade produtiva da equipe. Cruzar esta informação com o tempo de atendimento, como sugestão, pode começar a gerar uma massa crítica que ajudará o gestor a dosar ou distribuir melhor seu quadro funcional, a fim de se cumprir uma determinada meta, melhorar o desempenho ou antever uma situação de risco de segurança.           ?Os vigias noturnos do Titanic deveriam ter binóculos, pois já se sabia que iriam passar numa zona de icebergs. Porém, o material não foi fornecido a tempo, e os vigias tiveram de trabalhar à vista desarmada. Com os binóculos, os procedimentos de emergência poderiam ter sido efetuados muito antes, pois o iceberg teria sido visto ao longe.?   2- Planejamento: A construção dos indicadores deve estar alinhada não só às expectativas dos gestores, mas ao planejamento estratégico da companhia e ao desejo dos seus clientes internos. Assim, no momento da definição de quais serão as variáveis a serem monitoradas, é preciso que haja uma idéia clara de quais são os objetivos esperados pela empresa e pelos consumidores daquilo que você oferece.Áreas assistenciais tendem a focar indicadores que meçam o nível de qualidade e segurança do serviço prestado. Entretanto, se a empresa definiu como uma das metas a melhoria dos resultados financeiros, todos os setores deverão compartilhar medições que apontem para o cumprimento desta expectativa. Se a empresa quer posicionar sua marca em um padrão de qualidade diferenciado, as áreas financeiras devem voltar seus olhos à viabilidade de capital de investimento necessário para tal fim.Caso a empresa não tenha um planejamento formal, uma boa conversa com os diretores e clientes deve deixar mais evidente o que se aguarda da sua área. Se mesmo assim, isto não ficar claro, você tem problemas mais sérios a serem resolvidos antes da construção dos indicadores.?Após a colisão com o iceberg, o Comandante Smith chamou o Engenheiro-chefe, Thomas Andrews, e solicitou um exame das avarias. Após alguns minutos, Andrews selou o destino do Titanic dizendo: “O navio vai afundar, temos menos de duas horas para evacuá-lo”. Bruce Ismay, Presidente da White Star Line, empresa que encomendara o transatlântico e o Comandante Smith mostraram-se incrédulos com o relato. “O Titanic não pode afundar” – mencionou Ismay – “é impossível ele afundar“.3- Tempo de acompanhamento: Indicadores, de tão importante que são, não devem ser avaliados apenas no final do mês. Na verdade, seu grande trunfo é poder fornecer aos gestores a capacidade de corrigir rumos ou falhas o mais rápido possível.É crucial que se tenha um monitoramento daquilo que é importante para o resultado da área dentro da menor fração de tempo disponível. Se não em horas, ao menos, diária. Afinal, quem tem a responsabilidade de garantir um bom desempenho deve preferir ter 300 pontos de checagem por ano, ao invés de apenas 12, correto?           ?Se supõe que, caso o iceberg tivesse sido visto meio minuto antes, a colisão do Titanic teria sido evitada.?  4- Compartilhamento: indicadores não pertencem aos gestores. Eles são das áreas e das equipes que os tornam possíveis.Não há gestão de metas adequada se as pessoas, em todos os níveis, não perceberem sentido naquilo que fazem, se não tiverem direcionamentos claros de onde devem chegar e, principalmente, se não se sentem responsáveis pelos resultados. Creio que esta seja uma das funções principais dos líderes de suprimentos: tornar palpáveis, valorizadas e integradas a um contexto, todas as tarefas realizadas no setor.            ?O navio de passageiros RMS Carpathia estava a quatro horas de distância do Titanic. Foi o primeiro a se dirigir ao local. O rádio operador do Carpathia antes de ir dormir, efetuou uma última verificação às comunicações e captou a mensagem do Titanic. Próximo ao Titanic havia outro navio que era visível, possivelmente o SS Californian. O seu telegrafista não recebeu os pedidos de ajuda, pois, se acredita, estava dormindo. Não era comum manter telegrafistas a trabalhar durante a noite. Após o desastre do Titanic isso se tornou obrigatório.? Fonte dos textos sobre o naufrágio do Titanic: Wikipedia.org

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta